fbpx

Cidades próximas a Foz do Iguaçu: o que fazer além da tríplice fronteira?

Cidades próximas a Foz do Iguaçu

Cidades próximas a Foz do Iguaçu: o que fazer além da tríplice fronteira?

Se você está se programando para vir à Terra das Cataratas e durante a viagem deseja tirar uns dias de sossego total, saiba que tem algumas cidades próximas a Foz do Iguaçu com lugares perfeitos para isso!

Saindo um pouco da Tríplice Fronteira, nas cidades vizinhas é possível fazer um bate e volta para um passeio rural, curtir o clima e sabores da fazenda e se conectar com a natureza.

Neste artigo, o Tarobá Hotel vai te mostrar alguns locais para viver a experiência do campo e para você conhecer um pouco do interior do Paraná! 

Olhe só o que você vai encontrar nesse texto:

Vamos começar nossa viagem pelo interior? Então tira um tempinho para ler e aproveite!

Cidades próximas a Foz do Iguaçu-PR

A tão procurada Foz do Iguaçu, tanto por brasileiros quanto por estrangeiros, está situada no extremo oeste do Paraná, bem no final da BR 277.

Para quem chega à cidade de carro, é bem provável que veja várias plantações e cidades pequenas pelo caminho, mas o que você não sabe é que nessas cidades também têm ótimas opções de lazer. 

Os municípios que citaremos aqui são lindeiros ao Parque Nacional do Iguaçu e já têm sido bastante explorados pelos moradores locais para cicloturismo, cavalgadas, caminhadas e pesca esportiva. 

Aqui, vamos te mostrar algumas cidades próximas a Foz do Iguaçu para você incluir no seu roteiro e vamos começar pelos municípios mais “distantes” até ao mais próximo.

Santa Tereza do Oeste 

Santa Tereza do Oeste fica a uma distância de 119 km de Foz do Iguaçu, uma viagem de carro que leva cerca de 1 hora e 36 minutos. 

O município pertencia à Cascavel, mas se emancipou não tem muito tempo, em 1990. Tem cerca de 10.342 habitantes e se destaca pelos setores agrícola e industrial.

Mas o que Santa Tereza tem de bom para conhecer? 

Em Santa Tereza há alguns espaços de lazer em meio a natureza como o Lago do Cisne e o início do Parque Nacional do Iguaçu, além de templos religiosos para quem aprecia arquitetura e a fé católica. 

Você precisa visitar em Santa Tereza do Oeste

Instituto Pedra da Mata em Santa Tereza do Oeste
Instituto Pedra da Mata | Foto do atrativo

Instituto Pedra da Mata

Aqui, vamos destacar o Instituto Pedra da Mata, um projeto belíssimo onde o lazer é consequência, mas o principal objetivo é mostrar formas mais sustentáveis de viver.

Trata-se de um passeio bem educativo e ecológico! E para conhecer você pode optar pela visita guiada que dura cerca de 3 horas ou reservar um quarto para passar 1 dia. 

Para saber mais sobre os horários de funcionamento e almoço dá uma passada depois neste site

O Instituto está localizado na BR 277, km 607,5, entre Cascavel e Santa Tereza do Oeste, PR.

Céu Azul

É conhecida como a Capital do Oxigênio, isso porque Céu Azul tem 73% do seu território ocupado pelo Parque Nacional do Iguaçu. 

Há forte presença da cultura italiana e alemã neste município, herança da colonização de famílias destas etnias que vieram de outros estados. 

Céu Azul está a  92,7 km de distância de Foz do Iguaçu, cerca de 1h12min de carro e tem uma população estimada de 11.649 habitantes. 

Os seus maiores atrativos são a Gruta Nossa Senhora de Lourdes, Rota Beira Parque e as Trilhas no Parque Nacional

Onde ir em Céu Azul?

Recanto Lagoa Azul

Além dos citados anteriormente, um local gostoso para passar o dia é o Recanto Lagoa Azul

Um espaço com bastante área verde, espaço para camping, trilha, rio e ainda conta com restaurante, espaço para eventos e piscina. 

Além de desfrutar de uma comida regional ao experimentar o prato típico da casa, o porco à paraguaia, você também pode curtir o pesque pague. 

O local funciona às quartas, quintas e sextas a partir das 13 horas. Sábado e domingo a partir das 09 horas. 

Endereço: Linha Lagoa Azul, interior de Céu Azul/PR.

Matelândia

O nome Matelândia é uma homenagem à família Matte, que passou a ser dona de uma grande extensão de terra que abrangia a região, em 1918. 

O Município está a uma distância de 72,3 km de Foz do Iguaçu, levando em média 57 minutos para chegar lá. 

Sua economia está baseada no agronegócio e quanto aos pontos de interesse de lazer, as maiores atratividades estão nas diversas áreas com cachoeiras.

São tantas quedas d’água que a secretaria de turismo do município montou a Rota das Cachoeiras, com um percurso de 65km para aventureiros que se dispõe em fazê-la de bike, caminhando, correndo e até mesmo de jipe. 

Mas dentre tantos, vamos destacar 2 lugares. Veja a seguir!

Onde você pode ir em Matelândia

Castelletto Dal Pozzo em Matelândia
Castelletto Dal Pozzo | Foto cedida pelo atrativo

Castelletto Dal Pozzo

Está pensando em vir de carro à Foz? Então você precisa passar no Castelletto Dal Pozzo, ou Castelinho para os íntimos, uma parada obrigatória para quem pega a BR 277 a caminho do destino Iguaçu.

Tudo começou com o Sr. Aurélio Dal Pozzo, que em 1977 quis aproveitar o terreno que havia recém comprado à beira da BR 277 para vender salada de fruta.

A ideia do Sr. Aurélio deu super certo e com o tempo o lugar ganhou a linda estrutura de um castelo em homenagem à origem da família, da comunidade Castelletto di Rotzo que fica na província de Vicenza, Itália. 

Hoje no local você encontra a cafeteria, onde vende a deliciosa salada de frutas da família, além de cafés e lanches. 

E no Castelo tem o restaurante, que serve rodízio italiano. O lugar é tão charmoso que ganhou em 2020 o prêmio TripAdvisor Travellers’ Choice 2020.

O Castelletto Sorveteria e Café funciona diariamente das 7:30 às 19:30 horas e o 

Castelletto Restaurante diariamente das 11:00 às 14:30 horas. 

Fica localizado na Rodovia BR 277 – Km 660,5 – Matelândia -PR.

Cachoeira do Tio João

A cachoeira do Tio João é um ótimo lugar para recarregar as energias, curtir a natureza de perto e tomar aquele banho de cachoeira.

No local você tem acesso a restaurantes, quiosques para quem deseja fazer aquele churrasco, área de camping e chalés para quem planeja passar a noite. 

O local funciona todos os dias das 08:00 às 18:00 horas, mas é preciso ser agendado com antecedência. 

A localização é na Comunidade São Roque, interior de Matelândia-PR.

Cachoeira do Tio João em Matelândia
Cachoeira do Tio João | Foto: Prefeitura de Matelândia

Serranópolis do Iguaçu

O pequeno município de Serranópolis do Iguaçu, foi emancipado de Medianeira-PR há pouco tempo, em 1996, e tem hoje uma população estimada de 4.568 habitantes.

O município está a 71,8 km distante de Foz, uma viagem que você faz em 58 minutos de carro. O que mantém a economia da cidade é a agricultura, atividade leiteira e suinocultura.

A grande atração da região é o Arrancadão de Jericos, que são carretas utilizadas no trabalho de campo que se transformam em carros de competição numa rústica pista de terra. 

Mas além do famoso evento, o que mais você pode fazer em Serranópolis? 

Visitar a Vinícola Dembogurski

Tudo começou quando o Sr. Loacir Dembogurski resolveu aproveitar a destilaria do pai, que antes produzia cachaça, para fazer vinhos. 

O vinho agradou a comunidade local e logo o negócio da família começou a crescer. A Vinícola Dembogurski hoje produz aproximadamente 50 mil litros de vinhos por ano

A família também aproveitou para abrir a propriedade para o turismo rural e oferecer aos seus visitantes refeições com pratos bem tradicionais como polenta, frango caipira, leitão no tacho e macarronadas. 

E além de provar essas delícias, você pode degustar um bom vinho da região. E se depois de tanto comer ainda tiver disposição, o local é próximo à Trilha da Onça, ótimo para uma caminhada! 

Se ficou com vontade de experimentar o famoso vinho da família Dembogurski, o local fica na Linha Bellon, interior de Serranópolis do Iguaçu/PR.

Medianeira

Aqui na região o pessoal usa muito a expressão “Medianeeeira” para dar um efeito na frase! 

Isso remete ao sentido religioso, pois a palavra Medianeira tem em sua origem o sentido de intermediar e foi inspirado em Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças. 

A distância da cidade até Foz é de 59,9 km, num percurso que leva 47 minutos de carro.

Possui 45.812 habitantes, que se ocupam em atividades da indústria, prestação de serviços e agropecuária. 

Os pontos mais conhecidos da cidade são a Praça Ângelo Darolt, o Parque Municipal 25 de Julho e o Morro da Salete.

Onde ir em Medianeira?

Sítio da Marlene

Se tem uma coisa boa no Brasil é o nosso café colonial! No Sítio da Marlene tem um café da manhã sensacional, com gostinho rural e rodeado de aconchego e natureza.

Depois de comer muito, o lugar vai te convidar para dar uma volta e apreciar de perto as belezas que tem por lá.  

Para visitar o local, precisa de agendamento, para isso clique aqui e visite o Instagram do local para saber mais.

Endereço: Linha Mineira, interior de Medianeira/PR

Recanto Olivo

Se você busca um lugar para passar o dia, descansar e ficar pertinho da natureza, o Recanto Olivo é uma boa alternativa. 

No espaço tem parquinho para as crianças, trilha, uma ponte suspensa para se aventurar em meio à natureza e cachoeiras para se refrescar. 

Para aqueles que não abrem mão de um bom churrasco, no lugar tem quiosques apropriados para isso e ainda é possível alugar um dos chalés para passar a noite. 

O local funciona de quarta a domingo, mas no inverno precisa de agendamento. Sua localização é na Linha São Braz, interior de Medianeira/PR

Cabanha Rosso

Um outro lugar bem típico do interior para comer uma comida tradicional de fazenda, é na Cabanha Rosso. 

Além do almoço de dar água na boca, o lugar é cheio de detalhes feitos a mão que encantam os visitantes ao ver a linda decoração rústica.

O espaço ainda conta com uma trilha, perfeita para uma caminhada para ajudar na digestão! 

O local fica na Linha São Braz, interior de Medianeira/PR e é preciso reservar a visita com antecedência.

São Miguel do Iguaçu

Há 40 minutos de Foz do Iguaçu, cerca de 41,6 km de distância, chegamos em São Miguel do Iguaçu.

É uma cidade pequena, com 26.867 habitantes, cheia de simplicidade,

mas que te convida a relaxar. 

Em São Miguel você encontra muitos recantos, locais para pesca, piscinas, belezas naturais, e saborosas comidas orgânicas.

Os locais que as pessoas mais costumam visitar no município são: 

  • Sítios Takahashi e Arruda;
  • Balneário Ipiranga;
  • Aldeia indígena Teko Ocoy;
  • Comunidade Quilombola Apepu.

Além desses, temos uma dica especial para quem quer um dia de descanso e uma experiência educativa em família, confira a seguir.

Onde ir em São Miguel do Iguaçu?

Almoço - comida mineira da Pousada Mini-fazendinha em São Miguel do Iguaçu
Almoço na Pousada Mini-fazendinha | Foto do atrativo

Mini-fazendinha

A pousada Mini-fazendinha há anos faz a alegria das famílias e da criançada da região. 

Chama-se mini-fazendinha porque o proprietário Sr. Renato gosta de animais pequenos e só por curiosidade, eles também são donos do restaurante Barracão, que fica na Vila A, em Foz. 

É um lugar bem acolhedor, tem toda a tranquilidade de um sítio, com muita sombra para descansar e bichinhos para interagir. 

Vai preparado para comer muito, porque o lugar além de servir um café da manhã no estilo do interior, também serve comida mineira feita no fogão a lenha. 

Mas é importante lembrar que o local não aceita cartão de crédito, até mesmo porque lá mal pega internet. É para se desconectar mesmo! 

A Mini-fazendinha é aberta ao público aos sábados e domingos das 08h às 18h e fica na PR-497 – São Miguel do Iguaçu, PR.

Santa Terezinha de Itaipu

Cidade vizinha a Foz do Iguaçu, é tão perto que parece que estamos somente indo a outro bairro. Fica somente a 22,7 km de Foz, o que dá 22 minutos de carro. 

Santa Terezinha é uma cidade bem calma, que tem apenas 22.992 habitantes, muitos deles que trabalham, estudam ou vêm para Foz do Iguaçu passear.

Mas o contrário também acontece, muitos moradores de Foz vão ao município ao lado só para curtir a famosa prainha, que logo vamos contar um pouco mais sobre ela. 

Outros lugares bem frequentados na cidade são a Praça Silvino Dal-Bo que tem quadras de esportes, academia ao ar livre  e playground para as crianças. 

E o Parque Domingos Zanette, que é muito procurado por aqueles que praticam ciclismo. 

Um lugar para passear em Santa Terezinha de Itaipu

Prainha de Santa Terezinha de Itaipu
Balneário Turístico Alvorada de Itaipu | Foto da Prefeitura de Santa Terezinha de Itaipu

Balneário Terminal Turístico Alvorada de Itaipu

Mais conhecido como a prainha de Santa Terezinha, se antes já era um ótimo lugar para passar o dia, agora ficou ainda melhor. 

A nova infraestrutura recebeu uma linda fachada para receber seus visitantes, e dois pontos de apoio, um para o ciclista logo na entrada da praia e um para o turista que conta uma sala de recepção e ambulatório. 

O balneário foi ampliado, ganhou um novo paisagismo, iluminação cênica, pista de caminhada, o mirante icônico do lugar foi revitalizado e também ficou mais iluminado.

O banhista, além de aproveitar o lago de Itaipu, pode se refrescar e se divertir na praça das águas, que recebeu um corredor de jatos d’água. 

E não para por aí! O local ainda ganhou um playground, um centro gastronômico, pistas de caminhadas com muito mais acessibilidade e novos quiosques para quem não abre mão de um bom churrasco. 

A segurança na prainha aumentou, pois agora é monitorada 24 horas por câmeras com inteligência artificial. E ficou tão bonito que dá gosto de tirar muitas fotos para garantir bons registros.

O acesso à Praia de Santa Terezinha de Itaipu é das 7h às 23h, e se você deseja utilizar os quiosques deve ficar atento às novas regras de uso do local. É só consultar aqui

Bônus

Quem não gosta de um bônus não é mesmo? Esse é para os adeptos à esportes. 

Eventualmente as prefeituras dos municípios promovem eventos de ciclismo e pesca esportiva. 

Fique de olho no calendário de eventos, assim você pode deixar sua vinda ao Destino Iguaçu muito mais interessantes. 

Consulte sobre os eventos nos links abaixo:

Cicloturismo e Pesca esportiva.

Cidades próximas a Foz do Iguaçu | Conclusão

Você conhecia alguma dessas cidades próximas a Foz do Iguaçu? Agora você já sabe que tem muitas outras atrações no Extremo Oeste do Paraná que vale a pena conhecer. 

Se já visitou algum desses lugares comente aqui para a gente como foi sua experiência e se tiver alguma sugestão, vamos ficar felizes em receber. 

Acompanhe nosso blog para saber mais informações como essa e siga as nossas redes sociais! 

Escrito por Joelma Oliveira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 × três =

0
    0
    Carrinho
    Seu carrinho está vazioVoltar para loja