NOSSO BLOG

Fique por dentro das novidades

Um combate a extinção: Parque das Aves está em época de reprodução!



Te contaremos a importância da preservação e recuperação que o parque tem com as aves!

Um combate a extinção: O Parque das Aves em Foz do Iguaçu está em época de reprodução!

Arara - foto cedida pelo atrativo

O Parque das Aves é com toda certeza um dos melhores passeios de Foz do Iguaçu, movendo mais de 800 mil visitantes por ano, o contato com a natureza e os animais trazem pessoas do mundo todo a vir para o oeste do Paraná, procurando por este passeio diferencial!

O passeio no Parque das Aves em Foz do Iguaçu é único por sua forma de contato que se tem com os adoráveis pássaros, diferente de um zoológico, o Parque foca em conservação e recuperação das aves, como um abrigo para ajudar a manter a existência das aves da nossa Mata Atlântica!

O cuidado lá é desde o nascimento do animal até seu desenvolvimento, tudo saudavelmente acompanhado com cuidado pela equipe profissional do Parque (Formado por veterinários, técnicos, zootécnicos e biólogos), que sempre tem o objetivo de reintegrar esses animais ao seu grupo de convívio no parque ou até mesmo de volta a natureza, se possível!

No Parque vivem mais de 1.500 aves registradas, de 150 espécies diferentes!

O Parque das Aves em Foz do Iguaçu é o único parque do planeta a preservação de espécies e pássaros da Mata Atlântica, além possuir um dos projetos mais importantes no combate contra a extinção de raças de vários pássaros!

Projeto Papagaio-verdadeiro:

Um combate a extinção: O Parque das Aves em Foz do Iguaçu está em época de reprodução!

Papagaio - foto cedida pelo atrativo

O Papagaio-verdadeiro é a espécie de papagaio mais retirados da natureza para o tráfico, por isso uma importante campanha de reestruturação dessa raça começou a ganhar força para não colocá-los na lista de possíveis animais extintos!

Assim para evitar a queda no número de papagaio-verdadeiro, a equipe de manutenção do Parque das Aves cria ninhos que são doados para o projeto de reintegração, o Projeto Papagaio-verdadeiro, onde existe o monitorado de números e atividades das aves em sua reprodução, para observar o que pode ser feito para ajudá-las a conseguir manter e aumentar seu bando.

Um papagaio com história:

Em nossa última visita, conhecemos a história de Valentina um papagaio-verdadeiro, que foi resgatada com o papo furado e com uma assa cortada, ainda filhote ela passou por duas cirurgias para sobreviver, mas graças a dedicação e o trabalho da equipe do parque ela se recuperou e nesse ano ela já completa 5 anos de vida no parque (Praticamente uma criança, visto que papagaios podem viver até 70 anos), sendo uma das estrelas principais nos puleiros abertos que os treinadores mostram para os visitantes!

A reprodução: A chance de manter espécies vivas!

Um combate a extinção: O Parque das Aves em Foz do Iguaçu está em época de reprodução!

Guará - foto cedida pelo atrativo

Com início da primavera já é a época de reprodução de muitas espécies no parque, e como funciona esse projeto?

De acordo com a raça, os ninhos ou estruturas são oferecidos mais semelhantes possíveis aos da natureza, assim as aves podem construir seus ninhos com o material parecido com aquele que ele construiria na natureza.

O processo de reprodução deve ser o mais natural possível, havendo claro uma supervisão para assegurar caso os animais precisem de algum auxílio, assim a equipe fica posicionada caso haja rolamento de ovo, se passa do tempo de nascimento, se os pais abandonaram o ninho e o ovo, ou o ovo rache e etc.

Nesses casos o time do Parque das Aves em Foz do Iguaçu vai analisar esses ovos, a saúde dos filhotes, e se necessário levá-los para a Sala dos Filhotes, onde o ovo vai ser incubado e aquecido na temperatura certa para ser chocado!

E os donos do ovo, não sentirão falta dele?

Claramente sim, mas para evitar a onda irada de aves sem seus filhos, a equipe substitui o ovo por um bem parecido com material de madeira, para que a ave não sinta a ausência dele quando senta-se de volta ao ninho!

Voltando a incubação, com um processo específico, o ovo é aberto ou eclodido para ajudar o filhote a nascer, esse filhote não pode ficar exposto muito ao contato humano, mesmo no nascimento ele é mostrado a figura da ave que ele se assemelha, por isso existem pelúcias, posicionadas quando o filhote sai do ovo, para ele se identificar, quando a equipe está com esse filhote o silêncio é essencial, para que o filhote não comece a imitar sons humanos!

E o porque disso tudo?

Porque os filhotes que se tornam muito “humanizados” com o toque humano, quando precisam ser reintegrados ao seu grupo de origem acabam sendo rejeitados ou até mesmo caçados pelos outros do grupo por conta da sua divergência!

Por isso, para que o filhote volte a viver com seus semelhantes tem todo um preparo e cuidado, até ele estar pronto para conviver com as demais aves ele fica na Sala de Filhotes sendo aquecido e alimentado, com seringas de papinha (Ração especial batida de ovo e etc) especifica para sua espécie, ou colheres com formatos de “bico” perfeitos para alimentar os esfomeadinhos filhotes!

Flamingos: Uma das espécies de foco e reprodução dessa época do ano!

Um combate a extinção: O Parque das Aves em Foz do Iguaçu está em época de reprodução!

Flamingos - foto cedida pelo atrativo

Os flamingos passam pelo processo parecido das demais aves, mas justamente nessa época eles tem suas próprias peculiaridades, eles além de animais formosos ficam num recinto grande, com paredes espelhadas no fundo que os dá a sensação de que são numerosos e estão seguros contra predadores, ao lado dos espelhos os flamingos buscam seu local preferido, na areia fofa manuseiam com o bico cavando o local, onde botam e chocam seus ovos.

Jacutinga e o Mutum-de-Alagoas: A caça humana e a preservação da espécie!

Um combate a extinção: O Parque das Aves em Foz do Iguaçu está em época de reprodução!

Jacutinga - foto cedida pelo atrativo

Outra causa que levam a extinção de muitas espécies é a caça das aves, além do comércio ilegal que trata as aves como “bichinhos de estimação” coisa que um animal silvestre jamais deve ser!

A caça é algo que afetou fortemente o ecossistema das aves, levando pássaros como a Jacutinga e o Mutum de Alagoas vítimas da caça humana, onde eram capturados, por serem semelhantes a galinhas, e servidos como alimento.

Essa atividade acabou esvaziando o número desses animais da natureza, levando a Jacutinga a extinção em alguns locais do Brasil e queda de números nos que restaram, para protegê-las o Parque das Aves em Foz do Iguaçu também foca um projeto de reprodução e soltura, em parceria com a Save Brasil em2017, pelo Projeto Jacutinga, 6 aves dessas foram soltas na Serra da Mantiqueira em SP! Liberadas com chip rastreador para os pesquisadores observarem seu desenvolvimento, numa tentativa de reintegração da raça, por enquanto 5 delas estão vivas e sobrevivendo sozinhas.

Outra espécie o mutum-de-alagoas, foi extinto na natureza, ou seja, eles só existem em abrigos como o Parque das Aves ou zoológicos, o Parque se orgulha muito de manter viva outra raça vitima de caça e perda de seu habitat, os mutuns são bem bonitos com suas penas negras brilhantes, mas precisam também do auxílio da equipe do parque para reprodução ser totalmente efetiva!

Desmatamento: a perda quase total da Mata Atlântica!

Infelizmente, por ação humana, o bioma da Mata Atlântica se encontra em apenas 8 % de seu total de florestamento, essa atividade brutal de desmatamento teve grandes impactos no ecossistema do que um dia foi uma extensa floresta, uma dessas consequências foi o sumiço de muitas aves que viviam e equilibravam o bioma da Mata Atlântica.

Graças a essa mudança de ambiente, caça humana, predadorismo natural ou pior, de tráfico ilegal, muitas aves já desapareceram dessa floresta!

Tráfico: algo a combater!

Um combate a extinção: O Parque das Aves em Foz do Iguaçu está em época de reprodução!

Periquito-cara-suja _ foto cedida pelo atrativo

A questão do tráfico desses animais silvestres é outro problema que sempre impacta a existência dos pássaros na Mata Atlântica!

É fato que enquanto as pessoas acharem que animais silvestres podem ser criados em casa, esse problema nunca vai acabar, infelizmente o tráfico animais é a 3º maior atividade ilícita do mundo, no Brasil o tráfico de aves é o 1º colocado em maior tráfico animal.

Essa atividade é muito cruel, pois geralmente tira os pássaros de seus ninhos recém-nascidos, sem amparo para longe dos pais e seu ambiente natural, nesses casos as aves geralmente passam por muitos maus tratos, em condições deploráveis de transporte, em ambientes pequenos e sufocantes que são usados no comércio ilegal para levar as aves de um ponto ao outro.

O que o Parque das Aves faz nesses casos?

O Parque das Aves é o abrigo de muitos amiguinhos de penas que já vieram dessa atividade ilegal, muitas vezes estressados e machucados eles chegam até o parque em péssimas condições, trazidos pelos Órgãos Ambientais, responsáveis pelo resgate desses animais, como Ibama, Polícia Ambiental, Polícia do Meio Ambiente e etc.

Os pássaros são tratados e monitorados pelos veterinários, biólogos, zootecnistas e técnicos do parque, até poderem conviver naturalmente podendo até participar das visitas dos turistas, sendo um dos melhores passeios em Foz do Iguaçu!

Veja nossa visita ao Parque das Aves:

Combo Iguassu:

Encantado como o Parque das Aves é um dos melhores passeios em Foz do Iguaçu, além de ser incrível em ajudar nossos pequenos com penas?

Fique mais ainda ao visitá-los pessoalmente, não perca essa oportunidade, vá ao passeio no Parque das Aves com o melhor transporte turístico de Foz do Iguaçu, a Combo Iguassu faz diversas rotas de pontos turísticos por Foz, consulte nossos combos e se encante com mais esse passeio magnifico por Foz do Iguaçu!

Um combate a extinção: O Parque das Aves em Foz do Iguaçu está em época de reprodução!

foto cedida pelo atrativo

Hotel Tarobá:

Venha para Foz e se hospede no melhor hotel no Centro da cidade, o Tarobá Hotel será a estadia perfeita para você e sua família enquanto desfrutam de todos os atrativos que Foz oferece, leve seus amigos até o Parque das Aves em Foz do Iguaçu e se hospede no Hotel Tarobá, torne sua viagem a melhor de todas nos melhores passeios em Foz do Iguaçu!

Atendimento pelo Whatsapp
Aguarde